origem

sexta-feira, 2 de março de 2012

Pressão

O jogo é só daqui a umas horas, mas a barriga já não aceita alimento. O nó na garganta adensa-se e não permite apetrechos na zona do pescoço. Faço o sacrifício de ter o cachecol glorioso no saco e não no local devido... Hoje é um dia ainda mais especial por chegar a Lisboa (vindo da terra do Witsel) em cima da hora do jogo e apenas com alguns minutos para dar um salto à "Aida e Silva" antes de entrar em casa. No aeroporto está tudo calmo, com alguns milhares de pessoas a circular de um lado para o outro, ignorando a importância do dia de hoje. O avião que nunca mais chega, que nunca mais parte e que nunca mais aterra em solo Lisboeta. Hoje é dia de clássico e não há meio de dissipar esta nervoseira. Será isto o que chamam de pressão? Mais logo saio feliz e contente da Luz, pois nem pode ser de outra forma. O Benfica tem muito mais equipa que o rival e joga em casa, perante casa cheia, perante 60.000 dos seus apoiantes. Hoje vai ser épico dizem alguns. Para mim não, pois apenas vamos fazer o que já fizemos em tantas outras ocasiões: ganhar!

O Benfica merece. Os benfiquistas merecem. Abram as portas do Marquês e não mais as deixem fechar!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.