origem

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

O melhor inicio

O Benfica quebrou um enguiço com 10 anos e entrou com o pé direito no campeonato nacional. O campeão teve um jogo muito atribulado, que podia ter corrido muito pior, com vários heróis. Desde logo Artur, com a sua defesa no penalty. Depois Maxi e Salvio, marcadores dos golos. E finalmente, Gaitan, orquestrador de todo o jogo ofensivo da equipa.

3 pontos já estão amealhados num caminho muito sinuoso rumo ao título. Esperemos que consigamos navegar por entre as curvas desta longa estrada.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Adeus Tacuara, Imortal do Sport Lisboa e Benfica

O jogador foi-se (apenas mais um, na debandada geral deste defeso), mas a lenda fica. Foram muitos, muitos golos (172 oficiais) desde aquele, já longínquo, mês de Julho de 2007. Cardozo mostrou ao que vinha logo no primeiro encontro, não dando hipóteses num remate de fora da área. E repetiu o feito muitas vezes. Algumas sem que contasse grande coisa para o resultado final, mas em bastantes com a decisão do jogo nos pés. Tantos e tantos jogos que ele nos fez ganhar, com aquele seu jeito meio desengonçado, mas pleno de oportunismo e à matador. 
Antes de Cardozo, penámos e desesperámos 7 longos anos por alguém com as suas características. Todos os anos era a mesma conversa. Falta alguém que as meta lá dentro, que produza golos independentemente de jogar com A ou B. E quando ele chegou, a conversa de muitos benfiquistas passou a ser a de que ele não se mexia, que não aproveita 100% das oportunidades que tinha, que destruía o jogo ofensivo da equipa. Enfim, um monte de barbaridades, de quem dá mais importância à estética do jogo do que à eficácia do mesmo.A este respeito recordo um Benfica vs Sporting de 19 de Setembro de 2010, em que Cardozo nos deu a vitória por 2-0, marcando ambos os golos e inclusivamente falhando um penalty. Nesse jogo Cardozo teve a posse da bola uns insignificantes 10 segundos (!!!), mas foi tempo mais que suficiente para ser o homem do jogo. E este jogo descreve na perfeição quem foi Cardozo ao serviço do Benfica: um avançado que sem ser perfeito, deixou a sua marca.

Agora que Cardozo sai, é tempo de o homenagearmos como merece, recordando os seus golos e as alegrias que nos deu. Após sete épocas, tornou-se no melhor marcador estrangeiro do clube e entrou para o top 10 de marcadores, ao lado de lendas como Eusébio, Nené ou Águas. Também ele é uma lenda do Benfica, e eu sinto-me privilegiado por poder tê-lo visto de manto sagrado ao vivo e a cores.

O meu muito obrigado pelas alegrias e que tenha sorte nesta nova aventura.

Adição 22:06h:
Cardozo é isto! De todas as maneiras e feitios!

 

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

O Luis Filipe e o João Cancelo

É o caso paradigmático do defeso encarnado (e da política de contratações seguida de há uns anos a esta parte). Luis Filipe foi contratado (por cerca de 2M€) para a lateral direita e vinha substituir Maxi Pereira. Na realidade, o lateral brasileiro parece totalmente desfasado do que é o futebol moderno (na Europa principalmente). A sua qualidade (ou falta dela) é notória e a questão que eu coloco é se o Cancelo faria pior. Seguramente que o jovem formado no Seixal não vai ser um Roberto Carlos ou um Lahm nos tempos mais próximos. Seguramente vai cometer alguns erros. Seguramente terá de crescer. Mas tem qualidade, tendo de ser trabalhado para minimizar os seus pontos fracos e potenciar os fortes. 
Para mim, contratações como estas não vêm acrescentar nada ao clube a não ser dores de cabeça. Desde logo porque se gasta dinheiro a contratar e dinheiro a manter. Depois porque tendo sido um investimento mais avultado que um jovem da cantera, e ficando no plantel, a tendência será a de o tentar valorizar colocando-o a jogar mais vezes. Ao olhar para os enumeros casos anteriores, vendo que a persistência no erro é elevada quando se tem um investimento para potenciar, não deixa de ser uma situação bastante caricata.  E nem é um caso isolado, pois em todos os períodos de transferências existem compras destas. 

Mas voltando à minha questão. O Cancelo faria pior do que o que o reforço Luis Filipe tem feito? Esta pré-época demonstra cabalmente que não.

PS: E nem me falem do Djavan...

A partir de agora é a doer

O Benfica teve no último fim de semana uma passagem infeliz (para não dizer outra coisa) por Inglaterra. A planificação desta semana pode levantar algumas criticas com o Benfica a fazer 4 jogos em 5 dias, sem tempo para descanso, depois de uma pré-época desgastante tantos física como mentalmente.
Os resultados são desoladores, mas na pré-época o que conta mais são as rotinas. O que eu noto, é que apesar de algumas boas indicações, que se viram em determinados momentos, o plantel está muito afectado por todas as ausências. Algumas contratações não vieram acrescentar absolutamente nada enquanto outras se vão integrando aos poucos.
É uma equipa totalmente nova, a que se junta a certeza expressa pelo treinador, de que alguns dos ausentes serão peças chave, assim como é necessário ainda ir ao mercado em busca de reforços. As posições apontadas ontem mesmo pelo treinador são as de guarda-redes, médio defensivo e avançado. A ver vamos se vem alguém até final do mês.

De resto, mesmo entre sorrisos, Jesus deixou escapar uma mudança de atitude face ao que era a sua postura anterior. Disse ele, que se saísse Enzo, saíria também. Um aviso à estrutura (esperem, mas não era ele a estrutura?) que deverá ser levado bastante a sério por todos.

Posto isto, que poderemos esperar para o ínicio da competição a sério já no próximo fim de semana? Sinceramente é uma incógnita para mim. Os sinais de preocupação estão lá todos, mas também é verdade que o nível de competitividade do Rio Ave (com o devido respeito) não é o do Arsenal ou do Valência. Pessoalmente desejo o melhor, mas estou preparado para o pior.

PS: Uma nota para Artur. Se já não tinha condições psicológicas de estar na nossa baliza, ontem foi o derradeiro prego no caixão. Uma exibição lamentável coroada com 3 erros, cada qual mais horrendo que o anterior. Para isto mais vale apostar em Paulo Lopes ou Bruno Varela...