origem

quinta-feira, 22 de março de 2012

Como modificar a história...


Luís Filipe Vieira
33º Presidente (31/10/2003 - )
Chegou à presidência com a responsabilidade de devolver o Benfica às suas glórias passadas, tendo-o conseguido com sucesso. A construção do novo Estádio da Luz surgiu como prioridade no seu primeiro mandato, tendo sido, desde aí, várias as iniciativas levadas a cabo pela sua direcção: como a construção do Centro de Estágio; a abertura de um canal de televisão; a construção da Reserva, Conservação e Restauro e do Centro de Documentação e Informação – departamentos pioneiros, virados para o património, para a memória e para a história do Clube.
Destacamos como a sua principal característica a ambição de instalar um novo ciclo de vitórias desportivas, bem como a reformulação de tudo o que deveria ser um clube desportivo com a dimensão do Benfica. Foi vencedor de dois campeonatos nacionais, em 2004/05 e 2009/10, assim como da Supertaça em 2004/05, três Taças da Liga e uma Taça de Portugal em 2003/04. Encontra-se na presidência do Clube desde 2003, estando a cumprir ainda o seu terceiro mandato.
O texto acima foi retirado do site oficial do clube e é uma muito resumida biografia do actual presidente, feita por alguém que não sei quem é. Como não gosto de mentiras e falcatruas, não posso deixar de mostrar o meu desagrado por tão gritante atropelo da história como o descrito acima. É que é até de mau tom, colocar uma informação destas no site oficial do clube, pois a mentira não é de todo uma característica que o Benfica preze e quem for responsável por isto, deverá assumir as suas responsabilidades e corrigir o erro...

Todos se lembrarão de quem era o presidente no dia da inauguração. Pelo menos eu gosto de acreditar que sim. A 25 de Outubro de 2003, Vilarinho inaugurava o novo Estádio da Luz com pompa e circunstância! Alguns dias depois (como refere ali em cima a data de inicio de funções do actual presidente), Luis Filipe Vieira tomava conta dos destinos do clube, durando o seu período de governação até aos dias de hoje.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.