origem

sábado, 1 de setembro de 2012

Olho de Águia - Vitória SC vs Sporting

Última análise da primeira jornada, desta vez com o Sporting a entrar em campo.
A actuação de João Capela deixou algo a desejar, nomeadamente na dualidade de critérios demonstrada. Em situações semelhantes, nuns casos decidiu de uma maneira e em outros decidiu de outra. Nada que não seja habitual nas arbitragens portuguesas. 
Permitiu muito jogo viril aos vimaranenses que poderiam ter visto mais cartões. Tal como nos outros jogos analisados, o empate aceita-se pelo que fizeram as duas equipas.

O vídeo está disponível para download em: http://cyberlocker.ch/z0vwlqv1u3qu
A palavra passe é socioencarnado

Mais uma vez, reforço que não sou dono da verdade. Esta é a minha opinião face ao que vi nas imagens disponíveis.

  • Resumo
O árbitro João Capela exibiu-se num plano razoável, com alguns erros desculpáveis, mas com uma disparidade de critério algo inusitada. Se nalguns casos exibiu bem amarelos por faltas perigosas, persistentes e que impediram perigo para o adversário, noutros casos deixou passar em claro a punição disciplinar. Em termos técnicos errou em algumas decisões de canto/pontapé de baliza, mas nada de grave.
O mais caricato foi mesmo acabar a primeira parte quando o cronómetro da SportTV marcava 44'56''.

  • Lances Bem ajuizados
33' - Wolfswinkel está ligeiramente adiantado.
46' - Wolfswinkel está bem adiantado antes de introduzir a bola na baliza.
53' - Bem a amarelar Rojo por re-incidência. Foi a 4ª falta do argentino.
54' - Bem na amostragem do cartão amarelo a Bruno Teles. (se tivesse seguido o critério este seria o segundo)
75' - Marco Matias corta o cruzamento com o braço.

  • Lances Mal ajuizados com beneficio da dúvida
7' - Douglas defende o remate de Carrillo mas não foi assinalado o respectivo canto.
8' - É assinalado canto quando foi Wolfswinkel o último a tocar na bola.
18' - Bruno Teles escapou ao amarelo, depois de falta grosseira sobre Capel. (Fez 4 faltas na primeira parte sem levar o amarelo)
51' - penalty por marcar sobre Wolfswinkel. O avançado leonino é empurrado por trás por N'Diaye quando tentava o pontapé de bicicleta. O árbitro considerou o jogo perigoso de Wolfswinkel como a acontecer primeiro, embora para mim, seja o contacto provocado por N'Diaye (em queda) que tem de ser considerado em primeiro lugar. Beneficio da dúvida para o árbitro.
69' - Há falta sobre Insua junto à lateral. Ricardo, com o braço, empurra o argentino do Sporting.
75' - Apesar de assinalar correctamente a infracção de Marco Matias, deixou ficar o amarelo respectivo no bolso.
86' - Há bola presa de Ricardo e mão de Insua, antes da falta (bem) assinalada do leão sobre o vimaranense.
90'+2' - Ficou um amarelo por mostrar a André, pela falta perigosa sobre André Martins.
  • Lances Mal ajuizados graves
61' - Carrillo não faz qualquer falta sobre Bruno Teles. O avançado ficava em posição privilegiada para atacar a baliza do Vitória.


Como escrevi no inicio, o empate aceita-se face ao que aconteceu em campo, mas João Capela deveria ter feito bem melhor no capitulo da uniformidade de critérios. Ainda assim foi uma arbitragem razoável.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.