origem

sábado, 1 de setembro de 2012

O mercado foi nefasto no último dia

Ontem foi o último dia do mercado de transferências* e só posso dizer que tão cedo não venha outro!
  1. Os novos ricos do City vieram e levaram uma das pedras basilares do Benfica. É certo que, insubstituíveis só no cemitério, mas Javi era demasiado fundamental para "deixar" sair no último dia de mercado num negócio destes. As libras inglesas falaram mais alto, num negócio inqualificável.
  2. Saviola saiu rumo ao Málaga a custo zero, após rescindir por mutuo acordo com o Benfica. A renovação parece agora completamente estúpida, sendo que, saindo nesta altura, tornam-se ainda mais ridiculas as saídas por empréstimo de Rodrigo Mora e Nélson Oliveira. É que nem deu para fazer pressão no Málaga para que viesse Eliseu , embora fosse essa a vontade do jogador.
  3. Contratou-se Lima ao Braga por cerca de 5M€ mais Michel (a titulo definitivo segundo veio veiculado na Comunicação Social). Não nego a aparente valia do jogador, mas a equipa necessitava de jogadores para outras posições.
Adenda:
Sairam também Yannick Djaló por empréstimo para o Toulouse e Emerson em definitivo para o Trabzonspor.

Já no dia de hoje, e durante a habitual conferência de imprensa, Jorge Jesus falou acerca das movimentações do último dia de mercado, e eu concluo que o homem ou é um génio ou é um louco. E estou tentado a colocar a qualificação no louco.

Acerca de Javi Garcia disse isto:
Falei com o presidente e disse que não queria outro jogador estrangeiro para aquela posição. Disse-lhe que tínhamos jogadores portugueses com qualidade que nos dão garantias. E ainda há o Matic, jogador que já demonstrou todo o potencial e valor.
SE a aposta for efectiva em jogadores da equipa B, perceberei melhor porque não veio ninguém, embora não o aceite. Mas como em muitas outras declarações, estou mais à espera que isto tenha sido apenas e só para benfiquista ouvir.

Acerca de Lima disse isto:
Agora temos os dois melhores e maiores goleadores da época passada. Cardozo e Lima são goleadores apesar de seres diferentes um do outro. Queremos montar uma equipa com várias nuances, mas sempre com muita qualidade. Estamos todos em sintonia e daí a decisão de contratar Lima.
Se me perguntarem se dois guarda-redes podem jogar a ponta-de-lança, digo que não. As pessoas que não trabalham connosco têm uma ideia de que se coloca o Manel e o Joaquim e já está. Tudo funciona. Não é assim. O futebol tem muita ciência e trabalho. São jogadores diferentes, mas podem jogar juntos.
O que me apraz dizer acerca disto são três coisas:
  1. Se para a posição de Javi Garcia, em que não temos ninguém no plantel principal que o possa substituir directamente, se vai confiar na equipa B, porque raio não se faz o mesmo em relação ao ataque? Os da B agora já têm bicho é? E deixou-se sair Mora e Nélson (principalmente este) porquê?
  2. Querem montar uma equipa com várias nuances? só se for nos últimos 30 metros de terreno, porque no resto, nuances é o que não vai haver, pois simplesmente não temos alternativas.
  3. Se o próprio treinador confirma que não se podem colocar jogadores adaptados numa posição e esperar resultados imediatos, porque raio não se contratam jogadores titulares (de valia inegável) para se deixar crescer essas adaptações? Incompreensível mesmo, que o treinador o afirme mas não o coloque em prática!
E assim vamos caminhando para mais uma época desastrosa, em que inevitavelmente o campeão será o mesmo, em que venceremos a taça da liga, e em que, provavelmente, o topo da pirâmide será mandatado para mais 4 anos disto.

* Os mercados da Russia, Turquia e França, ainda estão abertos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.