origem

terça-feira, 18 de setembro de 2012

O que já se esperava da FIFA

Luisão viu hoje confirmada, a sua suspensão em jogos internacionais de clubes e selecções. Significa isto, que até 14 de Novembro, o "Girafa" não poderá jogar em jogos oficiais. Serão dois meses de treino para o nosso capitão, que terão de certeza um impacto negativo pelo menos até Janeiro.
A decisão da FIFA não pode ser surpresa para ninguém, visto ter sido "patrocinada" pela Federação Portuguesa de Futebol.

Saltam-me à vista dois aspectos em relação a isto.
  1. Quem quer que substitua o capitão durante estes dois meses, das duas, uma. Ou é competente e a falta do capitão não se nota, causando extremas dores de cabeça a Jesus, que segundo o que julgo conhecer dele, não hesitará em recolocar Luisão a jogar assim que disponível. Ou não é competente e a época do Benfica ficará complicada quando Luisão regressar.
  2. Por diversas razões, o Benfica ficou sem 3 das peças mais influentes da zona central. Duas delas de forma permanente e uma temporariamente. É cada vez mais um caso bicudo de resolver, que a meu ver só tem uma solução, para o bem e para o mal. Apostar fortemente nos valores emergentes da equipa B, ao invés de se contratar a próxima oportunidade de negócio. Já é tempo de, também os nossos miúdos terem as suas oportunidades de brilhar.
O acto irreflectido do capitão teve um custo elevadíssimo para a equipa e poderá ter posto mais um prego no caixão em que esta época se apresta a residir. Sinceramente, tenho poucas esperanças de que consigamos retirar coisas positivas desta época, nomeadamente no seu final. Quero que isso aconteça, mas a pesada realidade que salta à vista é demasiado brutal.

Como referi na altura, o comportamento de Luisão não se coaduna com um capitão do Benfica, e apesar de achar este castigo injusto, não posso deixar de sentir que deveria ter sido o próprio Benfica a tomar uma medida para com o seu capitão. Utopias...

1 comentário:

  1. Também não considero este castigo justo na medida em que houve muita coisa mal explicada no que se sucedeu à "correria desenfreada de Luisão e posterior choque(?) com o árbitro".
    Mas como já disse muitas vezes quem se põe a jeito sujeita-se a essas coisas, e o Luisão "facilitou" e eis que tem 2 meses de férias forçadas.
    Não querendo aqui crucificar o jogador, também não posso deixar de salientar que é o Benfica que mais uma vez sai a perder e muito com esta situação, sem necessidade nenhuma.
    Alguns atiram-se à direcção dizendo que não tinham nada que ir disputar um particular arbitrado por um árbitro de 2ª categoria. Pergunto eu, então e os jogadores não têm já mais do que exemplos que irem protestar com os árbitros de nada lhes vale?
    Não acredito que o Luisão quisesse agredir ou sequer intimidar o árbitro, mas que aparentemente existiu um contacto acho que isso é difícil de negar. Se esse contacto é uma agressão, intimidação ou sequer motivo para aquele espalhafate todo, isso são outros quinhentos, porque me parece óbvio que não.
    Agora, acho que a medida que a direcção deveria tomar era proibir terminantemente essas atitudes de protesto com os árbitros, porque é por demais evidente que em nada beneficiam a equipa ou o clube.
    Termino com um elogio carregado de sarcasmo, pois mais uma vez o Benfica é pioneiro num castigo a um seu jogador, quando anteriormente vimos árbitros a fugir de hordes de jogadores campo fora, vimos chuteiras a serem atiradas a árbitros, dirigentes a solicitarem a redução de penas e a conseguirem (isto não pelos canais ditos normais, porque para eles esses serão os normais), ou no ano passado um jogador a dar 3 peitadas no árbitro e nem amarelo me lembro de levar.
    Realmente somos muito grandes e pioneiros, e espero que seja qual for o substituto de Luisão, que este seja feliz e prove a estes filhos da mãe que nem assim nos conseguirão derrubar!

    ResponderEliminar

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.