origem

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Sonho vivo ou pura ilusão?

O Benfica venceu ontem o Celtic e mantém vivo o sonho de chegar aos oitavos de final da Liga dos Campeões. Fomos sempre melhores que o adversário, excepção feita a duas ocasiões. Nesses dois momentos, um deu o golo do empate de Samaras e no outro valeu-nos Artur. Mostrámos que somos melhores que eles e que se calhar com um bocadinho de mais audácia, estaríamos nesta altura confortavelmente já qualificados. Mas as coisas aconteceram desta forma, por isso não adianta "chorar sobre o leite derramado".

O Benfica suou bem mais que o necessário para vencer, mas os 3 pontos estão cá e agora estamos em vantagem para passar. Mas será realmente assim? Embora esteja em vantagem, o Benfica precisa de fazer o mesmo resultado que o Celtic. Só que o Celtic recebe o Spartak em Glasgow e o Benfica vai a Camp Nou jogar com o já qualificado Barcelona. Tarefas completamente diferentes e que têm graus de dificuldade bem distintos. Gostava imenso de poder dizer que o nosso sonho está bem vivo, mas sinceramente, penso que o nosso lugar na Liga Europa está já bem reservado.

Vencer ou empatar no Camp Nou é quase impossível para nós, devido à forma como jogamos e como joga o Barcelona. Eles jogam em posse constante e pressão alta, remetendo o adversário para os seu meio campo defensivo. Nós jogamos em pressão semi-alta, mas muito em transições. E desta forma somos obrigados a despender um esforço enorme, sempre no limite do risco, como afirmou em tempos o nosso treinador. A componente física vem ao de cima, pois para qualquer um que já tenha jogado futebol, sabe que correr atrás da bola "cansa" muito mais que correr com ela. No futebol não há impossíveis, mas há coisas que acontecem uma vez na vida. Teria o clube catalão de estar em claro dia não e nós em claro dia sim, para sairmos com alguma coisa do jogo. E não se podia falhar numa coisa, que infelizmente para nós, tem sido um dos nossos problemas; a finalização. Teriamos de aproveitar quase todas as oportunidades criadas, para fazer face à pouca posse de bola ofensiva que vamos certamente ter. Valerá a pena esse esforço extra, nesta altura decisiva do campeonato?

E tenho ainda que adicionar um facto relevante a esta equação. O Benfica joga em Alvalade 5 dias depois de visitar o Camp Nou. Pessoalmente sou apologista de se pouparem alguns jogadores em Barcelona, para tê-los em boa condição física nessa segunda-feira. Nesta altura, já vamos vendo jogadores presos por arames em termos físicos, a serem espremidos até ao tutano. Normalmente em dois jogos de alta rotação como estes, essa situação virá ao de cima, especialmente no segundo jogo, onde existe o "facto" adicional de que o Sporting vai entrar (como entra sempre) motivadíssimo para nos barrar o caminho. Acreditem que vai ser muito mais importante vencer em Alvalade, do que no Camp Nou. Pelo menos para mim, que quero uma dobradinha este ano.

É um dilema, sem dúvida. Nesta altura, parece-me que não temos plantel para ter respostas cabais nos dois jogos. Pessoalmente espero que Jesus também se aperceba disto e que dê prioridade ao nosso objectivo maior, que é claramente ser campeão nacional.

PS: Inqualificável terem sido rebentados petardos novamente, quando já estávamos todos muito bem avisados que a UEFA iria estar atenta. Não aprendem?

1 comentário:

  1. Benfiquistas being benfiquistas, nada de novo, portanto.

    ResponderEliminar

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.