origem

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Venha daí o Zenit

Talvez seja um pouco prematuro este post, fica aqui a promessa de o editar quando sair a lista de convocados para o jogo com o Zenit de quarta-feira. Como o meu amigo Danilo se encarregou de analisar, o Benfica vestiu fato de gala ontem para derrotar o Nacional. Foi uma exibição excelente, mas já é passado. Agora é necessário concentração a 100% nos russos do Zenit. Os oitavos de final da Liga dos Campeões estão já aí ao virar da esquina, e ao Benfica calha ir a São Petersburgo jogar debaixo de um clima gélido (as previsões mais pessimistas apontam para perto dos 20º negativos à hora do jogo) contra uma equipa que eliminou o Porto da presente edição da Liga dos Campeões, o que por si só constitui um aviso à qualidade da equipa russa e ao perigo que é subestimar a mesma.
Apesar da ausência de Danny (que por um lado lamento, dado ser um jogador português e a gravidade da lesão), o Zenit tem alguns jogadores de qualidade, como Malafeev, Criscito, Anyukov,Rosina,Lazóvic e Bruno Alves, este último velho conhecido do futebol português e do Benfica, nem sempre pelas melhores razões.

Para mim o objectivo do Benfica para este 1º jogo passa por colocar-se na frente da eliminatória, seja com uma vitória, o cenário obviamente mais desejado, ou um empate com golos. Relembro aos leitores que o Benfica com esta vitória frente ao Nacional já leva 36 jogos consecutivos a marcar golos, independentemente do resultado final da partida. Como tal, espero que o Benfica marque pelo menos um golo na Rússia, o que por si só pode fazer a diferença numa eliminatória onde os golos fora são altamente valorizados.

Prevejo que o Benfica se apresente apenas com um avançado, e que esse avançado seja Rodrigo. Isto porque penso que o Benfica apostará nas transições rápidas, e para esse tipo de jogo o avançado ideal é Rodrigo: jovem, grande capacidade de explosão, capacidade de segurar a bola em desvantagem numérica, técnica apurada. Foi assim que se apresentou o Benfica em Old Trafford, e parece-me lógico que o cenário se repita. Um problema que o Benfica terá de resolver é a ausência de Javi Garcia, por lesão. É uma baixa importante que poderá ser compensada com um esquema de duplo pivot defensivo, com Witsel e Matic, mas não tenho a certeza se é isso que passa pela cabeça de Jorge Jesus. Se o Benfica de facto se apresentar com apenas um avançado como prevejo, esse cenário fará todo o sentido: Witsel e Matic à frente dos centrais, talvez com o belga ligeiramente mais avançado, e depois 3 homens de ataque no apoio a Rodrigo: Gaitán, Aimar e Nolito, com Bruno César à espreita de um lugar neste trio. Na defesa não me parece que haja qualquer alteração: Maxi,Luisão,Garay e Emerson, com Artur na baliza.

A lista de convocados poderá fazer com que alguma coisa se altere, mas é assim que eu vejo o jogo na quarta-feira.

Falta-me apenas acrescentar que apesar da qualidade do Zenit, penso que o Benfica é o favorito na eliminatória, não só pelo 1º lugar do grupo como pelo excelente momento que a equipa atravessa, que faz um pouco de contraste com a situação do Zenit, que se encontra em pré-época e terá precisamente contra o Benfica o 1º jogo oficial da época.

Rumo aos quartos de final, esperemos todos nós!

Tiago S. (Saviolafication)

3 comentários:

  1. bom comentario. acho que sera basicamente isso que ira acontecer. so tenho uma duvida, quase certamente ira acontecer; jogara bruno cesar e nao nolito. o jesus nisso nao vacila. e vamos ganhar 3-1

    ResponderEliminar
  2. Totalmente de acordo amigo.
    O Benfica é de longe mais equipa que os russos. E apenas temos que mostrá-lo em campo.
    A temperatura vai ser um problema, mas tenho muita confiança de que vamos trazer pelo menos um empate. E com golos.

    ResponderEliminar
  3. É verdade Anónimo, é bem possível que o Bruno César jogue na vez do Nolito, foi a pensar nisso que usei a expressão que o Bruno César estará "à espreita de um lugar no trio".

    ResponderEliminar

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.