origem

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Acaba o mercado de Inverno e só faltou o Benfica ir buscar um central e um GR. O inevitável "avançado que joga em várias posições do ataque" foi adquirido. Pausa para aplausos.

O "problema" surge quando o contratado para essa(s) posição(ões) é o Yannick Djaló, o jogador que teve 6 meses para treinar não só a forma física, como o seu futebol perfumado de requinte e a assinatura. Sim, que o rapaz não está no Nice porque esteve o dia todo de 31AGO11 para assinar. Infelizmente parece que já aprendeu. Pena não ter assinado Ianique Dejáló. Podia ser que assim nem o Paulo Gonçalves perdesse o caso.

E enganam-se aqueles que acham que quero mal ao rapaz. Agora que cá está, o velocista mais cepão do futebol português, que tenha muito sucesso e seja menos cepão. Já era bom. E como parte do 0, pior não pode ficar.

3 comentários:

  1. É esse o espírito. Crítico e de equipa.

    Confesso que não entendo a necessidade de um GR. Não gostas do Artur?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na realidade, acho que o rkc se estava a referir às contratações para a equipa B. Se bem que veio um GR brasileiro para rodar no U. Leiria...

      Eliminar
  2. Nem por isso Danilo, o que ele quis dizer foi que não se seguiu o padrão dos últimos tempos (em parte pelo menos...)

    ResponderEliminar

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.