origem

terça-feira, 9 de outubro de 2012

O fracasso de Vieira - 9 (REPOST)

Hoje o destaque vai para a crescente delapidação dos valores morais e éticos do clube nascido em Belém, no inicio do século XX. Mais que insucesso desportivo, são os valores do clube que mais me custa perder. E os mesmos vêem-se reduzidos a uma insignificância tremenda, incapaz de para a emergente transformação do clube em empresa, com a qual não se compadecem nenhuns sentimentalismos de outrora.

Perdoem-me, mas eu não consigo aceitar isso de animo leve. É contra o que acredito para este clube.

Podem ler o artigo na integra no link em baixo.



PS: Na página "Quotas Históricas", têm os links para todos os artigos completos, caso queiram visitar antecipadamente.

3 comentários:

  1. Não sei quais são os outros, mas para mim este é o ponto mais importante, a destruição progressiva do ADN do Benfica e a transformação numa cópia barata da agremiação lá de cima.

    Este é o ponto pelo qual, mais que o insucesso desportivo e neste ponto enquadram-se as atitudes do carraça de insulto aos sócios, da utilização do jornal do Benfica para chamar sócios de detractores, da utilização da BTV como máquina de propaganda, com os constantes agradecimentos dos atletas ao Presidente, eu não perdoo ao LFV.

    É inadmissível o torpedeamento da cultura benfiquista, este deveria ser o ponto mais importante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro B Cool,

      Podes ler todos os artigos originais na página das Quotas. Modéstia à parte, penso que estão bem claros.

      Este ponto é uma das maiores nódoas no currículo de Vieira. Mais que as derrotas ou os prejuízos. E intrinca no facto de cada vez mais ser "natural" temos indivíduos de outras cores a decidir o futuro do Benfica em várias áreas...

      Não gosto e acho mal.

      Eliminar
    2. gosto de ir lendo e sendo surpreendido

      Eliminar

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.