origem

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Incidências de fim de semana

Fim de semana pródigo em eventos importantes para a vida Benfiquista.

Começando pelo mais importante, o Benfica fez o pleno (inédito?) de supertaças nas modalidades de pavilhão. O Basquetebol cumpriu a "sua obrigação" e dominou completamente os seus dois adversários. Uma vitória já esperada e sem espinhas, mas que ainda assim nos enche a todos de orgulho.
Depois do Andebol, Futsal, Hóquei em Patins, Voleibol e agora o Basquetebol, o Benfica inicia de forma demolidora 2012/2013. Uma vitalidade enorme, a contrastar com a aparente queda das modalidades ditas amadoras em Portugal. O mérito a quem o deve ter, por isso obrigado ao Presidente do clube, ao Vice-Presidente para as modalidades e ao Director Geral das mesmas. E a todos os elementos das várias modalidades, que tanto trabalham para dar glória ao clube.

Ainda nas modalidades amadoras, O Andebol ultrapassou o Loacker Südtirol com duas vitórias robustas que não deixaram margens para dúvidas quem é a melhor equipa. Isto depois de já na semana passada se terem isolado na frente do campeonato com uma soberba vitória sobre o Sporting. Já o Futsal, viu hoje fugir a oportunidade de marcar presença na Final 4 da Uefa Futsal Cup (e tentar reconquistar o troféu europeu), após perder 4-7 com os anfitriões do Iberia Star (não só o nome não tem nada de georgiano, como a equipa também não, com o plantel composto esmagadoramente por brasileiros). O Voleibol e o Hóquei em Patins, cumpriram e levaram de vencidos os seus opositores, seguindo invictos nos respectivos campeonatos.
Muito obrigado a todos e continuem com o bom trabalho.

Na Bairrada, o actual presidente anuncia a sua recandidatura com dois nomes já conhecidos para a vice presidência, caso vença as eleições do próximo dia 26. A minha questão (que irá ser devidamente esclarecida no dia 16) é quem vai sair. O discurso de apresentação da candidatura, foi mais do mesmo. O abismo evitado, o grande trabalho de recuperação, o futuro incerto caso ele saia, a missão em que está, enfim, todos os argumentos já gastos. Sinceramente, esperava algo mais de quem "sabe" que vai ter oposição séria desta vez. 

No futebol profissional, fomos a Abu Dabi, para um amigável (e quem sabe conseguir um patrocínio novo para as nossas camisolas), que vencemos por claros 4-0. Alguns jogadores menos utilizados foram chamados, entre os quais Ola John, que pelo que vi me pareceu mais adaptado e integrado. Bons apontamentos do holandês que, espero eu, esteja a crescer. Bom teste.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.