origem

terça-feira, 24 de julho de 2012

Mão cheia de areia

O presidente do Benfica teve hoje algumas declarações que só revelam mais do mesmo.

Saídas de jogadores:
... não tem problema nenhum. Sabem qual é a cláusula que ele tem. Se chegarem cá e pagarem a cláusula dele, logicamente que não podemos fazer nada...
Já ouvi estas promessas antes. Só com Fábio Coentrão foram cumpridas.

Aposta nos jovens:
... aquilo que nós pretendemos é, em determinadas posições, criar espaços para os jogadores da nossa formação poderem competir...
Desde 2006 que fala na aposta nos jovens. Até agora, só Nelson Oliveira e Miguel Vitor foram verdadeiramente utilizados a espaços. Muito pouco para o que se apregoa ser a aposta. Ao invés contratações a granel de "desconhecidos" para ocupar as vagas destinadas aos jovens. Muitas (demasiadas) vezes com resultados equivalentes ou piores.

Trabalho:
... dentro do Benfica trabalha-se muitíssimo bem, com bastante calma. Sabemos o que é que pretendemos para o Benfica, e toda a estrutura do Benfica está em sintonia naquilo que são os nossos objectivos e naquilo que pretendemos para a nossa equipa principal.
Todos os anos esta mesma lenga-lenga. "Sabemos o que queremos", "Todos estão em sintonia", etc. Parece que o presidente não sabe o que significa a palavra sintonia, já que o treinador o contradiz a cada declaração que faz.


Sinceramente, já desligo um bocado destas declarações de circunstância, pois já vou tendo anos suficientes disto, para saber que as palavras não significam nada, se não acompanhadas de acções e decisões. Vieira repete o discurso já gasto do trabalho exemplar feito no Benfica, da aposta nos jovens, de como o Benfica está de tão boa saúde financeira que ninguém sai a não ser que paguem as cláusulas de rescisão.

9 anos depois, parece que ainda não aprendeu o que deve ser um presidente do Benfica. Infelizmente para nós, não me parece que alguma vez o aprenda.

1 comentário:

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.