origem

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Liga Europa: Prioridade ou não?

Sinceramente acho que não. 

Servirá para ir até onde podermos, mas sempre com a primazia dada às competições internas. Atingir os quartos de final já será positivo, para um clube que não ganha consistentemente internamente e que vai ver os seus rivais a jogar apenas ao fim de semana (o Sporting já o faz) muito brevemente. 
A vantagem conseguida neste momento (5 e 7 pontos para Sporting e Porto respectivamente) não deverá ser menosprezada, no sentido de poder ser gerida com vista à conquista do troféu europeu, mas deveremos todos relembrar-nos do que aconteceu em 2011/2012 e 2012/2013, quando perdemos vantagens importantes em condições semelhantes. 

Para que não me acusem de ser pouco ambicioso, não estou a dizer que deveremos fazer de propósito para ser eliminados. Trata-se isso sim, de gerir a condição física e mental dos jogadores, para que apareçam sempre a 100% nos jogos do campeonato e da Taça de Portugal., mesmo que para isso se tenha de protegê-los nos jogos europeus. O caso de Enzo Perez, que não foi convocado para o jogo de hoje com o PAOK, é sintomático e é mesmo de exemplos destes que eu estou a falar. Seja nos 1/16 de final ou nas meias finais. da prova.

O calendário do Benfica até ao final da época é extremamente preenchido e embora tenhamos uma almofada para qualquer deslize interno, é bom que ninguém se esqueça onde vamos jogar na última jornada e o que têm sido as nossas últimas visitas a esse campo.
5 e 7 pontos parecem bastante, mas basta uma derrota num jogo pós europeu para que tenhamos o fogo a chegar-nos à porta.

Para mais logo é fazer exactamente o mesmo que foi feito há uma semana. Colocar jogadores menos utilizados em conjunto com outros mais utilizados, protegendo os que se encontrem a precisar de descanso (físico e mental)


Se não chegar para ganhar a Liga Europa, eu, por mim, não me atirarei à equipa.

1 comentário:

  1. O desafio nem é bem com este PAOK. O problema é o Jesus ter coragem de fazer a mesma coisa com o próximo que será provavelmente o Tottenham. 100% de acordo contigo, mas olhando para o historial do artista, não me parece que ele consiga resistir a si próprio.

    ResponderEliminar

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.