origem

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Benfica 2-2 Braga O início do circo

Como seria de esperar, o Benfica arrancou com um empate no campeonato, tal como vem sendo hábito desde o dia em que o Benfica de Trapattoni começou o campeonato com uma vitória por 3-2 no campo do Beira-Mar. O jogo era complicado, por tratar-se de um adversário bastante competitivo, mas as circunstâncias do jogo tornam este resultado perfeitamente ridículo. Vou focar alguns pontos que achei perfeitamente absurdos:

- para começar, a táctica, a ideia de jogar sem médio ofensivo foi desastrosa, tendo em conta que o Benfica criou muito poucas oportunidades ou jogadas estruturadas durante o jogo;

- Carlos Martins,Enzo Pérez e Nolito no banco, Salvio,Rodrigo e Bruno César titulares: é absurdo o Benfica jogar toda a sua pré-época com um médio ofensivo (Carlos Martins) e depois subitamente na estreia para o campeonato trocar a táctica para jogar com 2 avançados. Recordo que Salvio e Rodrigo não fizeram um único minuto da pré-época do Benfica! Colocá-los a titulares, roubando os lugares de Enzo e Carlos Martins que realizaram boas pré-épocas, não é só irresponsável como dá completamente cabo da moral dos jogadores. Bruno César jogar a extremo-esquerdo, posição onde tem rendido 0, é só mais um exemplo disso mesmo;

-Melgarejo a defesa-esquerdo: será que a desastrosa exibição do extremo/avançado paraguaio (sem grande culpa própria diga-se, é o mesmo que pedir a Cardozo para jogar a GR) já convenceu JJ que é mesmo preciso um lateral-esquerdo, mas um que tenha mesmo experiência nessa posição? A julgar pelas palavras do treinador do Benfica, não (a última casmurrice do indivíduo que se diz treinador do Benfica custou um campeonato).

- A entrada de Aimar: colocar Carlos Martins no banco para lançar Rodrigo de início já é estúpido... insistir no disparate colocando outro jogador que não fez pré-época e neste caso ainda pior porque esteve a recuperar de lesão, é ser apenas cretino. Que terá sentido o médio português quando vê um jogador nitidamente sem condição física para jogar futebol a entrar na vez dele?

- 20 e poucos minutos sem criar oportunidades: Como é possível o Benfica a jogar em casa com mais um jogador em campo durante mais de 20 minutos não conseguir criar uma jogada de perigo, uma oportunidade flagrante, uma superioridade atacante? O vazio de ideias foi assustador.

- A palhaçada que é o futebol português: o anti-jogo durante toda a segunda parte dos jogadores do Braga, tanto na demora das substituições como nas reposições de bola... como é possível o Beto ter chegado ao final do jogo sem ver um cartão amarelo (pelo menos) por perca de tempo e ainda sacar um amarelo ao Cardozo depois de o ter atingido com a mão na cara? Só cá no burgo.

- O hálito de Cardozo a derrubar Beto: jogador salta com Guarda-Redes dentro da pequena área = falta mesmo que não lhe toque.

Habituado às falsas partidas do Benfica, foi com algum alívio, embora não com grande satisfação, que soube dos empates do Porto e do Sporting e do mal ao menos, voltou tudo à estaca zero. Mas o Benfica tinha obrigação de vencer o seu jogo.

E apesar disto tudo, lá vou eu estar em Setúbal à espera que o Benfica consiga a sua primeira vitória neste campeonato. Não me voltem a falhar...

Tiago S. (Saviolafication)

5 comentários:

  1. Pois mas a diferenca e que os outros 2 empataram fora e nos em casa, por isso ainda maior desvantagem embora pontualmente estejam iguais.

    ResponderEliminar
  2. patriarca disse:


    O JJ não é treinador para o Benfica !!!!
    Mesmo com todas as asneiras cometidas GANHAVAMOS o jogo, não fosse O sistema Mafioso Corrupto, consustanciado na Arbitragem Corrupta, NOS TER ANULADO UM GOLO LIMPISSIMO. Esta é a verdade dos factos.

    ResponderEliminar
  3. Concordo com a crítica à táctica. Não só porque durante a pré-epoca se jogou com médio ofensivo senão, sobretudo, porque esta equipa joga mau com dois pivotes, dois extremos e dois avançados.
    Mas não concordo com a crítica à utilização dos três futebolistas que criaram as jogadas dos dois golos do Benfica: Rodrigo e Salvio, de início e Aimar quando entrou. Ainda não estando em forma óptima nenhum dos três. Mas, ao final, a calidade é o que mais conta.

    ResponderEliminar
  4. O sistema corrupto esteve ausente quando expulsou o Douglão e não deu amarelo ao Custódio.

    Ou só vale falar para um lado?????

    Coerência exige-se...

    ResponderEliminar
  5. sr. tiago s. e impressao minha ou so sabe criticar? aprenda a respeitar as decisoes

    ResponderEliminar

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.