origem

terça-feira, 1 de abril de 2014

Corrida de fundo

Uma época desportiva de futebol é como uma corrida de fundo no atletismo. Não é como começa, é como acaba. Este dizer popular, tantas vezes usado pelo nosso treinador, sempre se revelou acertado, em especial nas últimas épocas desportivas, com sucessivos "entregar do ouro ao bandido" por parte do Benfica.

Esta época, o cenário mantém-se bastante actual. Com algumas nuances, como foi a excelente vitória em casa frente ao Porto, capaz de emprestar a uma equipa "morta e enterrada" no inicio da época, a vivacidade e alegria que empolga os adeptos e os faz carregar a mesma equipa ao colo. 
Os 7 pontos de avanço para os rivais da 2ª Circular, são uma almofada mais confortável do que os 4 e 5 pontos de avanço que tivemos para o rival do norte nas duas últimas épocas, mas apesar de já não entrar nas contas do titulo, esse mesmo Porto pode ainda interferir no resultado final. Basta para isso que o Benfica se exponha, como se expôs nessas épocas, a desaires quando nada o fazia prever.
Ter a cabeça bem em cima dos ombros e os pés bem assentes no chão é a melhor forma de impedir qualquer volte-face num campeonato "decidido" desde meados de Fevereiro.

Já falta pouco para o campeão voltar, mas antes é preciso demonstrar que somos mais fortes. O próximo jogo em casa, com um surpreendente Rio Ave, é para mim mais importante que o passado jogo em Braga. Não só porque é o próximo, mas também porque após passar num terreno difícil, é sempre perigoso ter um relaxamento num jogo teoricamente mais fácil. Espero que ninguém se lembre de festejar antecipadamente e todos façam o seu trabalho de forma séria. Só assim poderão dar uma enorme alegria a estes adeptos sedentos de vitórias.

Carrega Benfica.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não serão admitidas faltas de respeito ou insultos nos comentários. Seja aos autores dos artigos, seja entre comentadores.
Pense bem antes de escrever.